domingo, 25 de janeiro de 2009

Uma batida: sem açúcar mas com afeto

carro amassado"- Nossa... aquela gata é maravilhosa!" pensei alto, enquanto acompanhava o gingado da princesa pelo retrovisor lateral da minha Variant 72. De repente... CRASHPLÉM!
Entrei com tudo na traseira do carro, que havia parado no sinal vermelho que, com a batida, foi lançado outro lado da rua.
Atônito, saltei e fui falar com o motorista. Era uma mulher... e haviam duas crianças no banco de trás, chorando. Com a culpa vazando pelo ladrão perguntei se alguém havia se machucado.
Com a resposta negativa, me tranquilizei e assumi o controle da situação desagradável.
Pedi para a jovem mãe encostar o carro para conversarmos sobre como resolver a questão. Eu era o responsável pelo pequeno acidente e não iria tirar o corpo fora.
Já reunidos na calçada da Praça Saens Peña, num tempo em que o Metrô ainda estava em construção, fomos em busca de um telefone.
O celular ainda não havia sido inventado e orelhão era escasso. Mas descobrimos um telefone e a dona ligou pro maridão.
Logo, eu estava negociando com o cara pelo telefone e o conserto seria feito na oficina do Venílton, de quem eu era cliente.
Deixei o número do meu telefone para futuros contatos e o endereço da oficina.
Para tranquilizar as crianças e a motorista, ofereci refrigerantes no Palheta.
Tudo tranquilo e combinado, as lágrimas das crianças secas, levei a família até o carro dela e me despedi.
Pulei dentro da Variant, agora com o capô levemente amassado e fui direto para a oficina, onde combinei com o competente Venilton que ele seria procurado, mas que era pra pegar leve no preço do conserto. E assim foi feito.
Três dias depois o cara me ligou para agradecer e dizer que o conserto do carro dele tinha ficado bacana.
Agora era passar na oficina e negociar os cheques da dolorosa...

17 comentários:

Nina Victor disse...

Coitada da moça e das crianças!
Mas bem-feito pra você... Mereceu o prejuízo! rsrsrs

Boa história, Helinho!

Helio Jenné disse...

Tanto a família quanto eu tomamos um susto danado, mas o prejú sobrou pra mim... merecidamente, claro :(
Beijo, Nina!

Anônimo disse...

Ola amigo, primeiramente quero parabeniza-lo pelo blog.

Segundo Quero lhe fazer uma proposta de troca de links, ja estou inserindo link do teu blog em meus blogs que sao http://www.conexaovip.com/blog (page rank 5) e http://www.stars.conexaovip.com nestes meus 2 blogs ja constam seu link, se nao quiser inserir meus links me avise que retiro seu link de meus blogs, abraços.

Helio Jenné disse...

Parceria aceita.
Abração.

S. Levy Lima disse...

kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
superbem-feito pra vc!!!
homens! ;-)

Helio Jenné disse...

Olá Sara, já paguei pela desatenção... agora o que resta é sorrir com a historinha, rs. Bem feito para mim!
Abração :)

Dri Viaro disse...

Oi, passei pra conhecer o blog, e desejar boa semana
bjsss

aguardo sua visita ;)

Helio Jenné disse...

Olá Dri! Que bom que você veio conhecer um pouco das minhas memórias! Pretendo reativar o blog com novas histórias. Aguarde minha visita! Beijo.

Silvinha disse...

Por favor troque o endereço e o nome do blog parceiro Erazen para: http://mosaicodapsicologia.blogspot.com.
Grata

Helio Jenné disse...

Troca feita.

Como Ganhar Dinheiro na Internet disse...

Muito bom o post!
Very Good!
Thanks...

Ganhar Dinheiro disse...

muito bom o post!
parabens!!!

Helio Jenné disse...

Fico feliz por você ter gostado!
Um abraço.

Anônimo disse...

Muito bom este artigo.
Continue assim...

Ass: como ganhar dinheiro

Ganhar Dinheiro disse...

Mó prejuuuuu

ganhar dinheiro disse...

Esse era o tipo de informação que eu estava procurando.. eheh

como montar um negocio disse...

bom, gostei...